Só até o molho de tomate, por favor…

Atirou-se da porta como um grito. O sol estava ardendo e ainda era bem cedo. Havia em sua mente uma lista de obrigações do lar e ela ainda estava no café, em pé, na varanda.  “Com esse sol, podia aproveitar para lavar os cobertores, mas não sei se dá tempo”. Queria comer bem devagar passeando com Alice Através do Espelho, mas tudo precisava ser rápido, o coelhinho do tempo já buzinava em seus ouvidos, logo o bebê acordaria pedindo leite, a gata viria num só ronronar pedindo carinho. E o marido pedindo ventre. E ela, só pensava no espelho de Alice.  Havia um pouco de dor em seu café. Bem pouco de nicotina. Muito de desejo.

Ninguém lhe pedira conforto, ninguém lhe pedira limpeza, arrumação ou louça lavada. Todos da casa já acordavam lhe suplicando carinho. Um carinho que tinha se perdido entre afazeres domésticos. “Depois que aprendeu a passar pano no chão desaprendeu o cafuné”, dizia-lhe seu marido.  Enquanto alastrava-se pela casa o cheiro de molho de tomate com pimenta o filho grudava os braços pedintes em suas pernas.

A medida que foi retomando seu corpo para si, abandonava os outros corpos da casa, os cuidando de longe, na delicadeza de um almoço bem feito, de um café recém passado ou de um amaciante cheiroso na roupa.

Haveria de ter um retorno. Pois a saudade era grande. Pois não queria perder o domínio de seu corpo. Toda a conquista da independência íntima.  Do poder da posse.

O café acabando, sentou-se na mesa da cozinha e abriu o capítulo do Jardim das Flores, e esperou, leu, esperando, até que os outros acordassem e lhe roubassem só um pouco. Só até o almoço, e o molho de tomate.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s